CS Agronegócios confirma implantação de esmagadora de soja em Uberaba

O prefeito Anderson Adauto anunciou nesta quarta-feira (dia 28) a decisão da empresa CS Agronegócios de implantar uma unidade esmagadora de soja no Distrito Industrial II, em Uberaba. Tratativas contaram com a participação do coordenador da comissão de transição do prefeito eleito Paulo Piau.

Anderson destacou que seu governo continua trabalhando até os últimos dias e ver realizado o sonho da cidade contar coma esmagadora de soja é uma satisfação. Ele lembrou que desde a administração Wagner do Nascimento, quando foi secretário de Indústria e Comércio, a Prefeitura buscava conquistar uma fábrica do segmento.

O chefe do Executivo orientou o subsecretário de Governo, Marco Túlio Reis, a elaborar projeto de lei de doação da área para a empresa, ressaltando que o Estado ao repassar os distritos industriais para os municípios – lei já aprovada pela Assembleia Legislativa - possibilitará viabilizar o empreendimento sem custos para a PMU.

Também o Estado garantiu – através do Instituto de Desenvolvimento Industrial (INDI-MG) – os mesmos incentivos fiscais que tinham sido dados pelo Governo de Goiás, para que a esmagadora de soja fique em Minas.

O diretor-presidente da CS Agronegócios, Rogério Cerqueira, informou que serão investidos R$ 270 milhões na indústria de Uberaba, que beneficiará 1.500 toneladas de soja ao dia, com 20% sendo transformado em óleo degomado para produção de biodiesel – parceria que está sendo viabilizada com a Petrobras – e 80% em ração animal.

Segundo o empresário, as obras deverão começar imediatamente após a doação da área e vão durar 12 meses aproximadamente, para que a fábrica entre em operação na safra 2013/2014. O projeto tem a consultoria da FC Stone, destacou Rogério Cerqueira, observando que o objetivo é atender o produtor e o mercado consumidor mineiro.

O coordenador da equipe de transição Alaor Vilela agendou reunião do grupo empresarial com o prefeito eleito Paulo Piau, para detalhamento do projeto. Ainda participaram da reunião o gerente-financeiro da CS, João Eduardo Giannasi, o incentivador do projeto, empresário Oscar Lacerda, e o procurador geral do município Sérgio Henrique Tiveron.

Fonte: Prefeitura de Uberaba


Voltar