CS Agronegócios investe R$ 270 milhões em soja

A empresa CS Agronegócios confirmou ontem a implantação de uma unidade esmagadora de soja em Uberaba (MG). A prefeitura da cidade mineira deverá doar o terreno para a indústria, que investirá aproximadamente R$ 270 milhões.

A unidade será capaz de beneficiar 1,5 mil toneladas de soja ao dia. Desse total, 20% deverá ser transformado em óleo degomado para produção de biodiesel - numa parceria que está sendo negociada com a Petrobrás. Já os 80% restantes deverão virar ração animal.

As obras vão começar imediatamente após a oficialização da doação do terreno, e devem se estender por cerca de 12 meses. O objetivo é fazer a fábrica entrar em operação já na safra de soja de 2013/2014.

Ontem, diretores da companhia e representantes da prefeitura de Uberaba, tanto ligados ao atual prefeito Anderson Adauto (sem partido), quanto ao prefeito eleito Paulo Piau (PMDB), que assume em janeiro de 2013, se reuniram para decidir onde será erguida a construção. Empresa e prefeitura escolheram uma área no Distrito Industrial 2 de Uberaba.

Disputa. A inauguração de uma esmagadora de soja é um antigo sonho da administração da cidade. O projeto de lei de doação da área para a empresa já está sendo elaborado.

Houve uma disputa entre o Estado de Goiás e a o governo mineiro pela empresa. Para não perder a concorrência pela indústria, o governo de Minas Gerais garantiu - por meio do Instituto de Desenvolvimento Industrial (Indi-MG) - os mesmos incentivos fiscais que tinham sido oferecidos pelo governo goiano.

O diretor-presidente da CS Agronegócios, Rogério Cerqueira, informou que o projeto tem a consultoria do escritório internacional FC Stone, observando que o objetivo principal é atender o produtor e o mercado consumidor mineiro.

Durante o encontro desta semana já foi agendada uma reunião do grupo empresarial com o prefeito eleito Paulo Piau, para detalhamento dos trâmites e acerto dos últimos detalhes para que a obra tenha início.

Produção. Dos R$ 270 milhões que serão investidos na unidade, R$ 70 milhões serão diretamente aplicados na construção da fábrica.

Uberaba é o segundo município que mais produz soja em Minas Gerais, com uma produção anual de 270 mil toneladas.

De acordo com o prefeito Anderson Adauto, a companhia agregará valor ao produto primário, gerando emprego e renda no meio rural.

"É uma indústria estratégica para a cidade e região. Tivemos de buscar apoio do Governo de Minas para competirmos com o estado de Goiás", afirmou. A CS Agronegócio já tem um armazém de grãos no município.

Fonte: Estadão


Voltar